André Wolf vence 5ª etapa e a vice-liderança é de Carlos Niemeyer

Os mais de 40 pilotos que pousaram na Esplanada dos Ministérios na tarde desta sexta-feira (2) não escondiam a felicidade pelo feito. Com um início de dia difícil, devido às fortes rajadas de vento que chegaram a 63 km/h na rampa do Vale do Paranã, em Formosa (GO), as decolagens foram atrasadas em cerca de 30 minutos no Pré-Mundial de Voo Livre. Com a janela de voo aberta, aos poucos as cerca de 100 asas deltas foram tomando conta do céu, para ter na quinta etapa a vitória do brasileiro André Wolf, seguido de Suan Selenati (ITA) e Thomas Weissenberger (AUT). A melhor do dia no feminino foi Francoise Dieuzeide-Banet.

Heptacampeão brasileiro de asa delta, o gaúcho André Wolf conquistou a primeira vitória para o Brasil na competição, que até o momento teve um vencedor diferente a cada dia no masculino. “A temporada de Brasília não está no padrão que costuma ser. Esta foi a grande diferença nos últimos dias do Pré-Mundial. Porém, hoje (sexta-feira) tivemos a cara do voo livre no Planalto Central. Térmicas e voos constantes, vendo a próxima térmica sempre a frente. Foi mais do que a gente conhece, o que estávamos esperando. Esperamos que no Mundial em 2017 seja do jeito que nós brasileiros estamos acostumados, para brigar pelo título após mais de 15 anos sem conquistá-lo”, destacou André Wolf. O Brasil venceu pela última vez em 1999 por equipes.

Com os resultados do dia, a diferença por equipes entre italianos e brasileiros, que era de 72 pontos para os europeus, caiu para 33. “Nós precisamos muito desta vitória no Pré-Mundial, para obtermos confiança. Os italianos vêm de uma sequência de três ou quatro mundiais como campeões. Eles estão muito fortes. Não tem os principais, Christian e Alex, aqui neste evento-teste, ou seja, em 2017 será mais forte ainda. O problema deles é ter muitos pilotos de altíssimo nível. São os nossos rivais no Mundial, por isso temos que sentar e avaliar nosso desempenho, nos unir e ir em busca do mesmo ideal”, contou Wolf. “Muito bom matar uma prova, como nós chamamos quando conquista a vitória da etapa, de nível internacional. Algo muito bom, mas confesso que estamos bem focados na competição por equipe”, concluiu. Enquanto a Itália tem 13.273, o Brasil tem agora 13.240 pontos. A Austrália está em terceiro, com 12.325.

Disputa pelo individual – Favorito ao título, o australiano Jonny Durand completou a prova na 26ª colocação. Seu principal rival até o início do dia era o italiano Marco Laurenzi, que foi o 33º. Assim, o novo adversário na luta pelo primeiro lugar no Pré-Mundial é o carioca Carlos Nimeyer, piloto mais experiente do Time Brasil. Porém, para a sorte do número 2 do mundo, se antes ele estava 45 pontos na frente de Marco, agora quem está na sua cola é Niemeyer, a 81 pontos de diferença.

“O dia hoje foi marcado pelo vento muito forte. As térmicas estavam boas e as nuvens também, deixando o dia desafiador. A prova foi menos longa do que nos demais dias, porém poucos chegaram na linha de chegada. Tive um começo bom, depois fiquei muito devagar e fui ficando para trás. Amanhã (sábado) é o grande dia. Veremos como será”, avaliou Jonny Durand

Novo vice-líder do Pré-Mundial, Carlos Niemeyer superou uma dificuldade em seu equipamento para diminuir sua distância para Jonny de 113 para 81. “Quando decolei, fui esticar a marcha para andar mais veloz e a cordinha arrebentou. Ou seja, você faz muita força para acelerar, o tempo todo. Voei o tempo todo com meia marcha puxada e fiz força sempre para subir ou descer”, relatou Carlinhos. “Vamos voar amanhã e pousar aqui. Não tem muito segredo. Voaremos e o melhor irá ganhar. O Jonny Durand é o favorito e eu a zebra. Estava três meses sem voar antes de chegar aqui. Deixemos o favoritismo para ele”, complementou Niemeyer.

Competição feminina – A melhor do dia entre as mulheres foi Francoise Dieuzeide-Banet (FRA), terceira na geral entre as mulheres. A francesa completou em 23º, na frente dos favoritos Jonny Durand e Marco Laurenzi.”O dia começou muito difícil, porque o vento era muito forte. Tivemos que esperar muito tempo, com vários pilotos sem conseguir decolar. Quando uns conseguiam, a janela fechavam, depois abriam e isso durou algum tempo. Encontrei ótimas térmicas e fiquei muito feliz com esse resultado. Me sinto feliz demais por estar entre as melhores do dia. O título está muito próximo da Kathleen Rigg (GBR), mas fiquei feliz por mais uma vitória”, destacou Francoise.

Top 10 do dia – Além de André Wolf, Suan Selenati e Thomas Weissenberger, Brasil e Itália se destacaram no top 10. Outros três brasileiros ficaram entre os dez melhores. com Fabio Thomaz em sétimo e David Brito Filho e Alvaro Sandoli, em nono e décimo. Os italianos Valentino Bau e Davide Guidute, ficaram em sexto e em oitavo, respectivamente. Josh Woods,da Australia, e Primoz Gricar, da Alemanha, completaram em quarto e quinto lugares.

Local ideal para a prática do voo livre – Conhecida mundialmente como a “Havaí do Voo Livre”, Brasília é um dos locais ideais para a prática do esporte no País. A cidade possui ventos predominantes do quadrante leste e o clima bastante seco nesta época do ano, que proporcionam voos fantásticos de até cinco horas de duração. As correntes térmicas são aproveitadas pelos pilotos para ganhar altura e realizar voos de até 170 km de distância, utilizando somente as forças da natureza.

O Campeonato Pré-Mundial de Voo Livre na modalidade asa delta, evento-teste para o Mundial programado para 6 a 19 de agosto de 2017 na Capital do País, é patrocinado pela Caixa e Governo Federal. Tem o apoio de Mormaii, Sol Paragliders, Eco Bocaina, Buriti Água, SuperAr Escola de Voo Livre, UTI Vida, SportFisio, Governo do Distrito Federal, Secretaria de Esporte, Prefeitura de Formosa, Força Aérea Brasileira e Corpo de Bombeiros de Goiás. Tem como hospital oficial HOME “Cuidando da saúde dos atletas”. A realização é da Confederação Brasileira de Voo Livre e Zenith Marketing.

Transmissão em tempo real – Todas as asas possuem um rastreador que envia informações em tempo real para o site, https://lt.flymaster.net/bs.php?grp=1740. Lá, o público pode saber a localização em tempo real, distância até o goal (término da prova) e o tempo de voo de cada um dos participantes inscritos na disputa.

Resultados completos – Os resultados desta sexta-feira ainda são extra-oficiais. Todos os resultados, de cada um dos dia e o acumulado, bem como a classificação completa por equipes, estão disponíveis em: https://www.cvlb.com.br/compes/competicao-43/.

Serviço:
Campeonato Pré-Mundial de Voo Livre

Data: 27 de agosto a 3 de setembro
Local: Decolagem da Rampa do Vale do Paranã, em Formosa (GO)
Pouso: na Esplanada dos Ministérios, até sábado (3)

Mais informações:

Site: http://www.brasilia2017.com.br/
Facebook: www.facebook.com/Brasilia2017
Twitter: www.twitter.com/Brasilia_2017
Flickr: https://www.flickr.com/photos/144868365@N03

Apoiadores:

Realização:

2017 © Copyright - Brasília Voo Livre
Todos Direitos Reservados